Olá bailarinas e bailarinos que leem o Tutu da Ju!

Essas semanas, respondi tops 3 que vocês me mandaram lá no Insta (ainda não me segue? Me procura e me acompanha por lá também!!! @tutudaju) e então pedi para que vocês me indicassem séries. Então, vou aqui neste post listar filmes e séries, para quem não é lá tão fã de Carnaval e de bloquinhos e está mais para a turma do Netflix.

Observação: a primeira vez que escrevi esse texto foi no Carnaval de 2019, mas sempre que eu assistir ou souber de algum filme novo ou série nova ou mudança de onde assistir, vou colocar aqui! E caso vocês gostem de algum filme que eu não citei, sugestões serão bem-vindas!

I. Séries de Ballet

Eu não assisti todas elas ainda, então ainda não sei muito se são boas ou não. Só sei o que eu pesquisei.

1. Dance Academy

É uma série australiana que está disponível no Netflix. É só procurar!

A trama gira em torno da personagem principal, Tara Webster, e de seus amigos, que querem entrar na  Academia Nacional de Dança. Eu achei ela meio teen, mas mesmo assim, gosto muito dessa série!

Mostra todos os possíveis dramas de quem quer ser um bailarino profissional, desde distúrbios alimentares, lesões, inseguranças na carreira e tem até mesmo a morte de um dos personagens (que me fez chorar muito por sinal! Mas não vou dizer quem é para não estragar ainda mais para vocês). Além disso, os personagens estão no auge da sua adolescência e juventude, então fazem algumas besteiras. Achei isso bem compatível com a faixa etária deles.

Foi a única série de ballet que eu de fato assisti até o momento que estou escrevendo este post. A série tem apenas 3 temporadas e eu realmente maratonei e assisti em poucos finais de semana.

2. Dance Moms

Vocês me recomendaram essa série. Mas sinceramente não sei se vou parar pra assistir. Já zapeei na tv e já achei no Net Now. Simplesmente a série não me passou uma boa primeira impressão. Achei as mães e aquela diretora meio histéricas demais.

Mas, pra quem quiser assistir, é um reality show americano de crianças que competem dançando.

Alguém que já tenha assistido: é boa mesmo e é só implicância minha?

3. Flesh and Bone

Mais uma série recomendada pelos meus seguidores do Insta, mas que essa eu tenho vontade de assistir sim! Achei ela no Prime Vídeo. Não tem no Netflix. Quem souber de algum outro lugar para assistir, me conta aqui nos comentários!

A curiosidade que eu achei sobre essa série é que os personagens são bailarinos de verdade. Por isso, ela foi originalmente criada como série, mas acabou sendo uma minisérie, simplesmente pela dificuldade de conciliar as agendas dos bailarinos. Acredito eu que só tenha uma temporada mesmo. Mas estou louca para ver!

Atenção! Não recomendo para menores. Ja me contaram que tem cenas de sexo!

A série, pelo que li, é de 2015 e tem apenas 8 episódios. Achei a sua abertura pelo YouTube e cheguei a conclusão de que preciso ver!!! Deu pra ver que foi super bem filmada e que tinha tudo para ser uma super produção com mais temporadas!

A história se passa em torno de Claire, uma bailarina com um passado difícil, que vai para uma companhia de ballet de prestígio em Nova York, que está sob a direção de Paul Grayson e Monica, sua assistente de direção.

4. Backstage

Mais uma das recomendadas, já me disseram que a série não foca tanto assim no ballet, mas que é boa. O foco dela é uma escola de artes e os jovens artistas que lá estão. Quando eu tiver mais informações ou assistir comento com vocês!

O que eu sei é que tem no Netflix! Já achei, mas ainda não assisti.

5. Bunheads

Também ainda não parei para ver. É uma minisérie americana (pelo que vi foi só uma temporada mesmo). Conta a história de Michelle Simms, ex-bailarina (bunhead) que acabou indo dançar em Las Vegas (showgirl). Vendo a sua vida e carreira num beco sem saída, ela impulsivamente aceita a proposta de casamento do seu persistente admirador, Hubbell Flowers (interpretado por Alan Ruck), e  se muda para a sua pacata cidade costeira, uma cidade fictícia chamada Paradise. Uma vez lá, Hubbell é morto num acidente de carro e Michelle esforça-se para se adaptar à vida numa pequena cidade e de ensino ao lado da sua sogra, Fanny, na sua escola de ballet: A Paradise Dance Academy.

Não tem no Netflix, mas achei aqui!

6. Strictly Ballet

É uma série do canal teen vogue. Já apareceu pra mim como sugeridos no Youtube, mas eu nunca parei pra ver! Não tem no Netflix!

É sobre seis estudantes talentosos enquanto eles lutam pelo estrelato na School of American Ballet. Com acesso sem precedentes, você vai conhecer os bastidores do Lincoln Center Stage.

Achei esse trailer dela e me parece uma boa série!

7. Breaking Pointe

“Breaking Pointe” é uma série de documentários sobre o Ballet West, a principal companhia de ballet profissional do oeste americano.

Sob a beleza e o glamour da dança e das fantasias, existe um mundo de extrema atletismo, foco, dedicação, paixão, pressão e, claro, a busca pela inatingível … perfeição.

A série estreou no verão de 2012. Só encontrei no Youtube mesmo.

8. Step Up High Water

É uma série do YouTube inspirada na franquia Ela Dança, Eu Danço. Sua história gira ao redor de Janelle (Lauryn McClain), uma ambiciosa dançarina de hip-hop que sai do subúrbio ao lado do irmão gêmeo Tal (Petrice Jones) para viver com o tio, Al (Faizon Love). Logo ambos conhecem o cenário cultural de Atlanta e lutam para entrar numa cobiçada escola de artes, a High Water Performing Arts School.
A gente consegue assistir pelo Youtube gratuitamente e com legenda.

9. Me encontra em Paris (Find me in Paris)

Série teen da Disney que teve 3 temporadas, cuja temática se centraliza na personagem Lena Grisky, uma jovem bailarina e princesa russa que viaja no tempo de 1905 para o século XXI através de um colar mágico e vem dançar na Ópera de Paris. Seu namorado Henri está preso no passado e tenta trazê-la de volta e, enquanto isso, a bailarina tenta encontrar maneiras de se encaixar no tempo presente.

10. O Preço da Perfeição (Tiny Pretty Things)

Série para público maior de 18, pois contém cenas envolvendo sexo, e outras situações mais pesadas, tendo uma conotação mais melodramática.

A trama começa quando a bailarina Cassie da Archer School of Ballet é empurrada do terraço da companhia e Neveah entra para substituí-la. A série gira em torno de descobrir quem teria empurrado a jovem e qual seria a motivação para isso. Para não dar muito spoiler para vocês, este não é o único crime que a série aborda, além de uma série de intrigas, situações de inveja e algumas confusões entre os bailarinos da companhia.

A série envolveu polêmicas no gosto de quem assistiu. Mas fato é que muiiita gente viu a série e a história ainda não acabou, tendo tudo para uma segunda temporada. Mas, até o momento não há nada mais concreto, nem uma data de estreia confirmada.

No geral, eu gostei da série. É claro que há alguns exageros, mas acredito que tudo isso é para tornar a série mais interessante, inclusive ao público que não gosta e não pratica ballet. E, me parece ter funcionado. Eu já estou super ansiosa para uma próxima temporada.

Além disso, boa parte dos participantes são bailarinos de verdade, e podemos ver a qualidade desse ballet, contando com a participação da bailarina Tiler Peck, que hoje é Primeira Bailarina do New York City Ballet.

11. Escola de Balé Americano (On Pointe)

Série documental, que retrata um ano na vida de um grupo de alunos da Escola de Balé Americano, uma das mais conceituadas do mundo. Os episódios acompanham dançarinos que, com idade entre 8 e 18 anos, sonham em se tornar grandes profissionais. Para chegar lá, porém, recebem uma formação bastante rigorosa e precisam mergulhar fundo na dança. Com acesso inédito à instituição localizada em Nova York, a produção reúne histórias reais que mostram até onde alguém pode ir em nome do amor pelo ballet.

12. Navillera

É uma série coreana que conta a história de um carteiro de 70 anos que sonha em aprender ballet, e um jovem bailarino de 23 anos, que se interessou pela dança depois ter praticado outros esportes. Sua mãe era bailarina antes de morrer, e, este jovem, que estava com dificuldades financeiras, quase desiste da dança até conhecer o carteiro, fato que o faz mudar de ideia.

II. Filmes de Ballet

Ao contrário das séries, os filmes dessa lista eu assisti boa parte e AMO! Eu tentei separar filmes só de ballet mesmo. Também amo os de dança (sou louca por Dirty Dance) e alguns musicais. Mas como este é um blog de ballet, o foco é esse.

1. Billy Elliot

Começando pelos clássicos da minha infância, esse é um filme que eu assisti no cinema nos anos 2000. Acho que ainda vale a pena assistir porque o seu assunto, infelizmente ainda é super atual.

Com o pano de fundo da Inglaterra de 1984 que passava por uma revolução de mineradores, o filme aborda  a questão: “Ballet é coisa de meninas?”

Obviamente, o filme conta a história desse menino de 11 anos, o Billy, que seu pai o matricula em aulas de boxe. Mas ele não gostava do esporte.

Certo dia, vê por acidente uma aula de ballet que estava acontecendo no ginásio, enquanto seu estúdio estava temporariamente sendo usado como uma cozinha de sopa para os mineiros em greve .

Sem o conhecimento de Jackie, seu pai, Billy inicia a aula de ballet. Quando Jackie descobre isso, ele proíbe Billy de retornar para o ballet. Mas, apaixonado pela dança, Billy continua secretamente a participar das aulas, contando com a ajuda de sua professora de dança Sandra Wilkinson.

No início o personagem principal sofre preconceito do seu próprio pai. Mas, essa parte acaba bem, porque seu pai acaba vendo o talento do filho e o apoia dançando.

Quando eu escrevi esse post na primeira vez, vi no Netflix, mas ele foi retirado de lá. Em abril de 2021 assisti alugando pelo Google Play.

2. Center Stage – Sob a Luz da Fama

Mais um dos filmes de ballet que marcou a minha infância eu AMAVA quando via passar na Sessão da Tarde. Essa é a versão de 2000, mas também tem as continuações “Sob a Luz da Fama: O Poder da Paixão” (2008) e “Sob a Luz da Fama: Acampamento de Dança” (2016), que eu confesso que ainda não vi nenhuma dessas duas últimas. Há também uma série, mas que ainda está sendo produzida. Até o momento, ainda não há uma data de lançamento e nem em qual plataforma de streaming será exibida. Assim que eu souber, edito e atualizo aqui.

Uma dúzia de adolescentes começaram seu treinamento para a renomada American Ballet Company, onde eles encontram um tremendo estresse físico e mental quando tentam uma vaga na notória companhia de dança. Jody Sawyer tem talento mas as proporções erradas, a impetuosa Eva Rodriguez não consegue se comunicar bem com os seus instrutores e Maureen está tendo dificuldades lidando com os altos e baixos emocionais que acompanha a escola de ballet.

O filme foi feito com bailarinos profissionais do San Francisco Ballet e do American Ballet Theater. Então a gente consegue ver eles dançando verdadeiramente. Eu amava ver a principal fazendo os fouettes na dança final!!!

Tinha também uma coreografia com “The Way You Make me Feel” do Michael Jackson, mas vou deixar vocês verem no filme! A propósito, consegui ver de novo ano passado pagando apenas R$ 2,90 no Youtube.

3. No balanço do amor

Esse filme eu assisti muito na adolescência e a minha irmã até me deu de presente de natal um DVD dele. O foco dele não é tanto assim o ballet, mas tem ballet no filme sim! Já que a personagem principal (Sara) é bailarina.

Quando sua mãe falece em um acidente de carro, Sara muda-se de uma cidade pequena, do Centro-Oeste, para Chicago, e vai morar com seu pai. Na nova cidade, ela apaixona-se por um estudante afro-descendente da escola. Eles dividem o amor pela dança e, juntos, tentam superar os obstáculos de um relacionamento inter-racial. 

Não achei no Netflix, mas no telecineplay.

Há um filme 2, com outros atores e temática semelhante, mas não emplacou como o primeiro filme.

A atris Julia Stiles já afirmou que adoraria reviver a personagem para uma possível continuação, mas não há nada confirmado.

4. A última dança

Também assisti na minha adolescência. E, convenhamos, filme com Patrick Swayze não tem como ser ruim!!! Era um verdadeiro artista completo!!!

A história gira em torno de três dançarinos que são forçados a reconciliar suas diferenças e passados. Travis (Swayze), Chrissa (Niemi – a esposa de Patrick Swayse) e Max (De La Pena) eram três estudantes do mestre coreógrafo Alex McGrath, mas eles se desentenderam muitos anos atrás com uma peça particularmente difícil que Alex havia coreografado especificamente para eles.

Inesperadamente, McGrath morre. Isso reúne os três, que concordam em tentar a peça mais uma vez para salvar sua companhia. No processo, no entanto, todos reabrem antigas feridas emocionais que nunca foram curadas de maneira adequada.

Infelizmente, não encontrei em lugar nenhum para assistir. Se alguém souber me conta!

5. Se ela dança, eu danço (Step Up)

Mais um filme da minha adolescência que eu vi no cinema. O foco não é tanto assim o ballet, mas o romance entre os personagens principais.

Tyler Gage (Channing Tatum) cresceu nas ruas violentas da cidade e depois de ter problemas com lei, Tyler é obrigado a fazer serviço comunitário na Escola de Artes de Maryland, e tudo muda. Ali, ele conhece Nora (Jenna Dewan), primeira bailarina da escola.
Achei no Youtube por R$ 6,90.
Ele tem também algumas continuações, mas que contam outras histórias. Salvo engano eu já assisti algum que chega a mostrar o ballet Giselle.

6. Cisne Negro

Nina é uma bailarina cuja obsessão pela dança supera todas as facetas de sua vida. Quando o diretor artístico da companhia decide substituir sua prima ballerina para a produção de estreia de “O Lago dos Cisnes”, Nina é sua primeira escolha. Sua concorrente é a novata Lily. Embora Nina seja perfeita para o papel do Cisne Branco, Lily personifica o Cisne Negro. A rivalidade entre as duas bailarinas se transforma em uma amizade distorcida e o lado obscuro de Nina começa a vir à tona.

Também assisti no cinema, e o curioso é que Natalie Portman realmente dançou ballet nesse filme. Para isso ela emagreceu quase 10kg, teve um treinamento pesado com natação, malhação e muita aula de ballet. Ela chegou a usar dublê para poucas cenas.

Por apenas R$ 11,90, você consegue assistir pelo Youtube.

7. Ballets Russes

Esse DVD eu também ganhei de presente da minha irmã. Ele é um documentário de ballet e conta a história do Ballet Russes, companhia fundada por Sergei Diaghilev e responsável pelo nascimento do ballet moderno – de seu aparecimento até os seus dias finais. Em mais de seis décadas de existência a companhia teve em seus quadros nomes como George Balanchine, Léonide Massine, Ivonne Craig (que mais tarde seria a Batgirl do seriado de TV), Irina Baronova, Frederic Franklin, Alicia Markova, Tatiana Leskova, Anna Pavlova e tantos outros.

Foi um dos primeiros contatos que eu tive com a história dança antes de começar a estudar e pesquisar mais sobre o assunto.

Achei no site do vídeos de ballet clássico.

Um dia vou assistir de novo e fazer uma resenha mais completa para vocês.

8. A Bailarina

Vamos agora para os mais recentes!

Para quem também ama desenho, esse filme é um amorzinho e fiquei louca quando lançou!

Paris, 1869. Uma sonhadora menina órfã, Felicie, toma uma atitude arriscada para conseguir o que quer: foge para Paris para realizar o sonho de ser uma grande bailarina. Lá ela decide se passar por outra pessoa, e consegue uma vaga no Grand Opera, onde vai aprontar muitas aventuras.
O filme mostra detalhes de Paris, como a Torre Eifel, a escola se baseia na Ópera de Paris e a ponta é da Repetto, marca francesa (que, na verdade, só seria fundada em 1947). É um filme que estimula a gente a correr atrás dos nossos sonhos.

9. O Quebra nozes e os quatro reinos

Clara, uma jovem esperta e independente, perde a única chave mágica capaz de abrir um presente de valor incalculável dado por seu padrinho. Ela decide então iniciar uma jornada de resgate que a leva pelo Reino dos Doces, o Reino das Neves, o Reino das Flores e o sinistro Quarto Reino.

Para quem é muito apegado à história original que conhecemos do ballet com o mesmo nome, é melhor desapegar antes de ir ver o filme. Eu achei um bom filme, mas eles modificaram bastante a história original, mudando, inclusive a personalidade de alguns personagens.

Uma das coisas que eu mais gostei foi a aparição da Misty Copeland! Pena que apareceu tão pouco!

Dá para assistir o filme completo dublado no Youtube por R$ 7,90.

10. Dance Academy the comeback

O filme é a continuação da série australiana e mostra o que aconteceu com cada personagem. Assisti ontem mesmo e confesso que gostei mais da série. Acho que o filme colocou o ballet como o “malvado” da história. Mas o lado bom é que, aparentemente todos os personagens estão em ruins momentos na vida, mas todos têm novas oportunidades.

Para assistir, assim como a série, basta procurar no Netflix.

11. Dance Off

Acabei achando pelas sugestões do meu Netflix, mas ainda não parei para ver.

Conta a história de Brandon e sua antiga namorada de infância, Jasmine, que frequentam estúdios de dança rivais e acabam se enfrentando em um concurso de dança que dará um prêmio de 25 mil dólares.

12. O último dançarino de Mao

A história se passa na China, durante a Revolução Cultural implementada por Mao Tsé Tung. Aos 11 anos Lin Cunxin (Wen Bing Huang/Chengwu Guo/Chi Cao) foi escolhido para deixar sua família de camponeses e estudar ballet em Pequim. Em 1979, durante uma visita ao Texas, nos Estados Unidos, ele se apaixona por uma mulher local. Dois anos depois, ele se torna o principal dançarino do Houston Ballet e também o principal artista do Australian Ballet.

É um filme de 2011, mas eu ainda não assisti. Vi agora o trailer e me deu muita vontade de assistir!!!

Achei no Youtube de graça apenas a versão dublada.

Edit: após feita a primeira versão deste post, vi esse filme e achei um FILMAÇO! VEJAM!!!

13. Duelo de Cordas

Um dos  filmes que vocês me recomendaram e que ainda não assisti.

Conta a história de quando um violinista que toca hip-hop no metrô de Nova York encontra uma bailarina do Manhattan Conservatory of the Arts um clima de romance se instaura. Com a ajuda de uma equipe de dança, eles devem encontrar um meio termo entre seus estilos para se apresentarem uma competição que pode mudar suas vidas para sempre.

Achei o filme gratuito em HD dublado no YouTube!

14. Batalhas

Achei esse filme fuxicando o Netflix, então é lá que vocês conseguem assistir. Mas eu ainda não parei pra ver!

O longa traz uma emocionante história envolvendo dança de hip-hop, e para aqueles que gostam daqueles clipes coreografados certamente vão amar algumas cenas do filme Batalhas.

Com a falência do pai, a jovem bailarina Amalie vê seu estilo de vida luxuoso desmoronar. Mas ela descobre um novo ritmo ao conhecer o dançarino de hip-hop Mikael.

Amalie (Lisa Teige) é uma jovem linda e rica na Noruega, aquele que é um dos melhores países do mundo sob qualquer prisma que se olhe para ele que não o clima. Sem ter preocupação alguma na vida, ela passa seus dias estudando dança contemporânea em alguma escola de dança aparentemente conceituada de Oslo, até que um belo dia, um ex-aluno de sua professora sargentona aparece e surge uma oportunidade para todas as meninas da escola: uma delas será escolhida para fazer parte da companhia de dança do malandro. Todas elas, igualmente ricas e lindas, arrulham feito pombas diante da possibilidade e continuam vivendo suas vidas perfeitas, com seus namorados também perfeitos.

 

15. O Grande Passo

Edit: Em tempo, acaba de lançar um novo filme de ballet na Netflix!!! O Grande Passo conta a história de dois meninos indianos, que começam a fazer aulas de ballet com um professor israelo-americano em Mumbai. Asif se destacava desde o início pelo físico perfeito e Nishu por sua disciplina. Ambos são aprovados para uma grande companhia dos EUA e o filme nos mostra o quanto a força de vontade de correr atrás dos nossos sonhos é importante para realizá-los! Eu já assisti e AMEI! Super recomendo!

Esse acima é o trailer para dar um gostinho em vcs!

16. Let’s Dance

Esse filme ainda não assisti e é também uma nova estreia da Netflix. É um filme francês que conta a história de um dançarino de hip-hop, inseguro mas cheio de talento, se torna professor de uma prestigiosa escola de ballet de Paris, onde se apaixona por uma aluna.

Confesso que esses filmes para mim, depois de ver na minha adolescência “No Balanço do Amor” e “Ela dança, eu danço”, se tornaram “mais do mesmo” e eu estou com preguiça desses enredos que no geral colocam o hip-hop como algo “super legal” e o ballet como “a mais pura chatisse” na vida da personagem principal. Por favor, parem com esses enredos! As duas danças têm o seu valor! Por isso, esses filmes mais novos com essa mesma temática, estão sem graça para mim e não tenho vontade de ver. A não ser que eu não tenha mais nenhum outro para assistir ou se alguém me falar que é muito bom. Fora isso, tenho preguiça. Desculpa, gente!

17. Corvo Branco (The White Crow)

Filme lançado em 2019, conta apenas uma parte da história do astro do ballet Rudolf Nureyev. Oleg Ivenko é quem interpreta o grande bailarino, que, por sinal, é um excelente bailarino também. Eu que já sei a história dele, fiquei com a sensação de que o filme acabou “do nada”, mas não sei se é só porque sei a história. Uma característica que podemos notar é que o filme retrata o bailarino como alguém egoísta. Ainda vou ler algum dos livros sobre ele, mas no filme, é isso que é passado (O livro “Nureyev The Life” está na minha lista de compras desde que voltei da Ópera de Paris e acabei não comprando por lá. Aliás, dizem que é nesse livro que o filme se baseia).

A parte da vida dele que conta no filme é desde o nascimento dele, que foi num trem, a relação com a sua família, o começo dele no ballet, até ele conseguir dançar na França e ter esse país como asilo político em 1961, tendo vindo da antiga URSS. Não vou dar mais spoiler além disso. Mas digo que gostei MUITO do filme.

Importante dizer que é um FILME PARA PESSOAS ACIMA DE 18 ANOS, pois contém cenas de nudez.

Esse é o trailer e vocês podem assistir pelo Amazon Prime.

Nesse link aqui da Dance Magazine você pode saber mais sobre os personagens que foram reais na vida do bailarino, e entender quem é quem.

 

E aí? O que acharam da lista? Vocês já viram algum filme ou série que coloquei aqui? Sentiram falta de algum?

Até o próximo post e bom Carnaval!!!