Olá bailarinas e bailarinos que acompanham o Tutu da Ju!

O post de hoje é para quem gosta de conhecer novas sapatilhas de ponta que vão surgindo no mercado. A sapatilha da vez é a sapatilha Performance da marca Pas Classique, a sapatilha de ponta feita pelo Pedro Kraszczuk (que já fabrica sapatilhas de ponta há muitos anos) para a Cecília Kerche. Eu já fiz um vídeo anterior, que contou com a presença de ambos, mostrando a história da idealização da sapatilha e um fitting feito em mim. Para conferir, basta clicar aqui.

Hoje, após alguns meses de ter conhecido a sapatilha, fiz um vídeo pro canal, mostrando o meu review completo, com todas as minhas primeiras impressões após apenas DUAS aulas com ela! Consegui fazer pirueta dupla e tudo! Então, para ver o vídeo, basta acompanhá-lo abaixo, e, logo depois, teremos as descrições por escrito.

1. Especificações da Pas Classique (Perfomance)

– Vem com fitas e elásticos separados para costurar

– Vem dentro de uma sacolinha branca com telinha

1 – Box:

Existem 2 opcões de box dessa sapatilha:

  • B, para pés mais finos
  • C, para pés normais a largos (*Atenção! Se o seu pé for muito largo, pode ser que essa sapatilha ainda não sirva para você! Algumas bailarinas já me relataram que mesmo o C não serviu para elas).

2- Dureza:

Há 6 possibilidades de dureza da palmilha, dependendo se o seu pé é mais forte ou mais fraco. Vou enumerá-las da mais fraca para a mais forte.

  • Pré-ponta – geralmente para bailarinas que estão iniciando na ponta, ou têm pés que não têm tanta força. Apesar de ter muitos anos de ballet, esse foi o meu caso. Foi a que o Pedro me recomendou lá no fitting feito na Ana Botafogo Maison. Pode ser que com o tempo, eu mude (* Atenção! Em muitas marcas, a pré-ponta é uma sapatilha SEM alma, usada só para as bailarinas começarem a se acostumar com a ponta no pé e treinar a subida na ponta. Mas esse NÃO é o caso da Performance da Pas Classique).
  • Intermediária
  • Macia
  • Normal
  • Reforçada
  • Super reforçada

3- Numeração:

Existe uma possibilidade enorme de números que você pode calçar nesse modelo. Começa no 1 e termina no 12, variando de 0,5 em 0,5!!! O meu desse vídeo é 5,5 (mas depois vocês vão ver que me adequei melhor ao 6) e calço 33, 34, só para vocês terem uma ideia da diferença para os sapatos normais. Mas isso vai depender de como você gosta dela no seu pé (lembrando que não deve ser apertada nem larga demais!) e também da ponteira que você usa (eu uso a fina de silicone, se você usa a de pano, que é mais fina ou a de silicone, que é mais grossa, isso também interfere).

4- Cor:

Somente duas opções de cor para escolher:

  • Salmão (é a que eu tenho usado)
  • Rosa

2. Minhas primeiras impressões da Pas Classique (Perfomance)

  • É uma sapatilha que não precisei ter muito trabalho para quebrá-la. Já é pensada para ser pronta para usar! Para bailarinas mais experientes, pode ser que você compre  já dance um espetáculo no dia seguinte!
  • De fácil  adaptação. Eu usava outra sapatilha de ponta antes (Gaynor) e, por elas serem tão diferentes, achei que ia demorar para me adaptar! Mas já na primeira aula me senti adaptada e na segunda já fiz piruetas perfeitas! Não tive qualquer problema para me acostumar com ela.
  • Confortável. Tirando a sapatilha anterior, todas as sapatilhas me doíam MUITO mais do que o normal. Com a Pas Classique, eu não tive dores além das normais de uma sapatilha de ponta.
  • Maleável. Isso depende da dureza que você vai escolher. Mas eu, Juliana, tenho preferido sapatilhas mais maleáveis na minha vida de bailarina amadora e que não tem um pé tão forte assim. Tem sido mais confortável para mim e tem me facilitado o trabalho de pontas. Além do que, ela é uma sapatilha que “te obedece”, quando você estica e faz meia ponta.
  • Fica bonita no pé. Ela tem uma caixa quadradinha e uma gáspea não muito alta (boa para quem não tem muito colo de pé, assim como eu). Isso colabora para que ela calce muito bem. Além disso, ela é uma sapatilha que abraça o teu pé, parece ter sido feita para isso mesmo!

 

E esse foi o post de hoje!

Você conhecia esse modelo ou tem dúvidas? Deixe nos comentários!

Aguarde os próximos posts sobre pontas!