Oi bailarinas e bailarinos que me acompanham!

O cambré é um movimento importantíssimo de ballet, que vai influenciar e muitos outros (como o arabesque, por exemplo) e vai trabalhar, além da flexibilidade, a força também. Por isso, no post de hoje é sobre ele que iremos falar.

“Cambré”, como quase todo passo do ballet, é uma palavra francesa. Significa “arqueado”, indicando a curvatura que fazemos com o corpo durante a execução desse movimento. Algumas escolas usam esse termo para designar esse tipo de movimento em qualquer dos sentidos (frente, lado e trás). Mas hoje focaremos só no cambré para trás, que é mais comumente usado com esse nome em  todas as escolas.

Isso virou um vídeo do canal, que vou colocar abaixo e logo depois, um texto escrito.

1) Dicas para melhorar o cambré

1. Não é para dar barrigada durante 0 movimento! Muito menos é para empurrar a pélvis para frente. Tenha a ciência de que o cambré não é um movimento que se dá apenas na lombar, mas nas costas inteiras.

Primeiro você tem que crescer, empurrando o chão e depois descer com as costas. Pense em ir descendo pelos ombros, mantendo o quadril no lugar.

2. Não deixa seu pescoço pendurado! A cabeça não é para trás, mas para o lado de fora. Ela segue a linha das costas. Para você saber que está fazendo certo, tem que ver a linha do pescoço.

3. Atenção aos ombros! Não é para crescer pelos ombros. Eles devem estar para baixo.

4. Braços:

  • Se for em 5a ou 3a posição (em cima da sua cabeça), não deixa que ele passe a sua cabeça. Ela é o máximo onde seu braço deve chegar.
  • Se for alongé na frente não deixa ele esquecido. Ele faz o movimento junto, começando na altura do seu olhar.
  • Se for ao lado na 2a posição, ele também não fica pendurado, acompanha o movimento.

2) Exercícios para melhorar o cambré

1. De frente para a barra, segurando com as duas mãos, fazer cambré olhando para um lado, depois para o outro. Os ombros devem se manter na mesma linha neste momento. Aos poucos, quando for ficando mais fácil, pode soltar uma das mãos, fazendo o mesmo com a outra mão e sempre mantendo os ombros alinhados. Isso vai fazer com que o seu cambré fique mais certinho.

2. Ainda na barra, soltar as duas mãos quando for fazer o cambré

3. Deitar no chão de bruços e empurrar o chão com as duas mãos, não deixando os ossos do quadril saírem do chão.

4. Ainda de bruços, levantar apenas as costas, com a mão na cabeça, como se fosse uma “abdominal de costas”.

5. Na mesma posição, pegar as coxas com as mãos ao mesmo tempo em que levanta as costas do chão.

 

Lembre-se sempre  de  preparar o corpo antes desses exercícios. É aconselhável, depois deles, alongar as costas, deitando de barriga para cima, abraçando as pernas, porque pode ser que você sinta dores, especialmente se você está começando agora.

 

E essas foram as dicas para melhorar o seu cambré no ballet!

Até o próximo post!