Olá bailarinas!!!

Um importante elemento de identificação de nós bailarinas é justamente o coque, e eu de vez em quando gosto de variar meus coques, ao inves de usar somente aquele tradicional puxado para trás.

Então, no post de hoje, vou dar algumas sugestões de tipos de coques diferentes para vcs usarem, tanto em apresentações quanto em aulas normais.

Assistam o vídeo abaixo ou leiam a descrição por escrito! Espero que gostem!!!

1.Coque Banana

Confesso que para mim, de todos os que eu vou mostrar esse é o mais difícil deles. Mas não é impossível. Com um pouco de treino dá sim para fazer.

1) Passar um fixador no cabelo e pentear bem para que não fique nenhum fio para cima.

2) Segurar bem o cabelo como se fosse fazer um rabo de cavalo. (Mas é só segurar mesmo tá? Esse coque não usa elástico para prender!!! É só com grampo mesmo) Mas levemente para um dos lados. Não é no centro da cabeça.

3) Do alto do rabo de cavalo começar a torcer todo o cabelo para baixo e torcê-lo até o final.

4) Com o cabelo que sobrar ir enfiando na parte enrolada, de forma que nenhum fio fique para fora e ir prendendo com os grampos.

5) Se desejar, pode finalizar com um enfeite, assim como eu fiz na foto.

2. Coque Com Rosquinha de Espuma

Esse coque serve mais para quem tem pouco cabelo, assim como eu! Mas atenção! Cuidado ao escolher o tamanho da espuma!!! Não coloquem uma espuma muito grande, se não fica um pouco estranho e desproporcional.

1) Puxe todo o cabelo para trás e prenda com elástico em um rabo de cavalo.

2) Coloque a espuma em volta do rabo.

3) Cubra toda a espuma com o cabelo e prenda com um outro elástico.

4) Com esse cabelo que ficou para fora, ir envolvendo o coque e prendendo com grampos. Se desejar coloque a redinha em volta (eu, por exemplo, não uso redinha todos os dias nas minhas aulas. Só quando tenho apresentações. E esse coque também! Só costumo usar em apresentações)

3. Coque Camponesa

Eu nem sei se esse coque se chama assim. Mas coloquei esse nome, porque parece penteado de camponesa mesmo. E já usei ele numa coreografia de camponesa há muitos anos.

1) Repartir o cabelo no meio e prender com 1 elástico de cada lado, fazendo 2 maria-chiquinhas.

2) Fazer uma trança de cada lado e prender o final do cabelo com elásticos.

3) Colocar cada trança para o lado oposto envolvendo o próprio cabelo, sem deixar as pontas aparecerem e prender com grampos.

4) Se quiser, finalizar com 1 arranjo de florzinha em volta do coque, prendendo também com grampos.

4. Coque Trança Embutida

Também não sei se o nome é esse. É só para facilitar o entendimento de vcs.

1) Coloque fixador no cabelo, pq podem ter fiapos que podem escapulir.

2) Pegar 3 mexas cabelo desde o início da cabeça e passar apenas uma vez 1 mexa de cada lado para centro.

3) Dessas mexas de cada lado, puxar uma outra na lateral da cabeça e passá-las para o centro de novo.

4) Ir fazendo isso até finalizar a trança e prender com o elástico a ponta do cabelo.

5) Enfiar a trança para dentro e prender com grampos.

5. Coque de duas trancinhas

1) Repartir o cabelo do jeito que preferir – pode ser exatamente no meio ou deixar um lado maior e um lado menor.

2) Fazer uma pequena trança apenas na parte da franja. A trança pode ser a embutida ou a normal. Mas eu acho que fica visualmente mais bonito a embutida.

3) Prender as tranças com grampos na cabeça para elas não ficarem muito soltas. Isso vai dar mais firmeza.

4) Prender todo o cabelo num rabo de cavalo.

5) Vc pode dividir o rabo em 2 mexas e enrolar cada uma ou enrolar todo o rabo.

6) Prender com grampos.

7) Finalizar com redinha, se desejar.

Acessórios para cabelo de bailarina

  1. Leave-in: é um creme que protege o cabelo contra sol, vento, sal, e outras coisas. O meu é para cabelos loiros, mas existem muitos outros tipos para vários tipos de cabelo. Na verdade eu uso ele todos os dias após o banho e passo só um pouquinho e mais nas pontas, evitando passar na raiz, pq se não o cabelo fica muito oleoso. Só uso no ballet quando vou fazer um coque que os fios fiquem pra cima. Nas apresentações não acho recomendável, prefiro o gel e o laquê que fixam mais o cabelo. Mas no dia-a-dia evito de usá-los porque meu cabelo é muito fininho e eles danificam muito os fios.
  2. Enfeite de Strass: não apareceu no vídeo, mas depois eu coloquei no coque banana. Ganhei quando fui fazer uma apresentação de ballet pq era parte do figurino
  3. Enchimento de espuma: foi o que eu usei no segundo coque. Também só uso em apresentações para dar mais volume no coque, porque o meu fica muito pequeno.
  4. Arranjo de florzinha: também ganhei numa apresentação como parte do figurino. Foi o que eu usei no coque camponesa.
  5. Grampos, elásticos de cabelo, redinha e escova: acessórios fundamentais na nossa vida de bailarina!!! Que bailarina não tem grampos espalhados por toda parte??? A redinha, como eu falei, também só uso nas apresentações, mas quem quiser, use a vontade também! Não usei no vídeo nesses coques e nem apareceu na foto, mas acho importante falar dela. Eu, particularmente só gosto daquelas fininhas que se compra em farmácia da cor do cabelo.

 

É isso gente! Essas foram as minhas sugestões de coque para vocês. Espero que tenham gostado!

Até o próximo post!!!