Olá pessoal!

Em julho de 2019 estive em Londres e consegui fazer uma visita rápida ao Royal Opera House (eu não consegui fazer o tour completo pq não agendei com antescedência, entã0, fica a dica!).

Naquele momento a bailarina Margot Fonteyn estaria completando 100 anos e por isso estava tendo um exposição comemorativa em homenagem a ela. Esta bailarina, além de ter sido muito famosa, tem muita importância para o Royal Ballet, companhia onde trilhou a sua carreira. Foi também uma das poucas bailarinas a ganhar o título de Primma Ballerina Assoluta, um título recebido por poucas bailarinas. Em 1960, Margot estava prestes a se aposentar. Mas o destino não quis assim e pôs Rudolf Nureyev, bailarino 19 anos mais novo do que ela. E assim ela dançou por mais tempo do que achava que dançaria. Ambos foram considerados partners perfeitos e bailarinos brilhantes!

O teatro como conhecemos foi fundado por Ninette de Valois em 1931 e abriga a maior cia de ballet da Grã-Bretanha: O Royal Ballet. A escola a ele vinculada é o Royal Ballet School. E assim temos os 3 elementos do Royal.

Abaixo vocês podem ver os lugares desse teatro tão lindo que abriga uma das companhias de ballet mais famosas e mais queridas do mundo. É só assistir para saber tudo o que eu consegui mostrar para vocês!

Você pode agendar vários tipos de tour no teatro Royal Opera House, além de poder assistir ballets, óperas e participar dos workhops lá oferecidos. Para comprar qualquer um desses eventos, é só ir no site, clicando nesse link aqui!

A experiência para mim, mesmo não podendo ter feito o tour completo, foi INCRÍVEL! Foi um sonho! Alguém aqui também gostaria de ir lá fazer uma visita ou já foi conhecer?

Deixa aqui nos comentários!

Até o próximo post!!!