Olá bailarinos e bailarinas que me acompanham!

Há quase um ano ganhei da Evidence Ballet uma ponta deles, a Pirouette e estava devendo para vocês um review com as minhas impressões!

Finalmente esse review está no canal! Vou deixar o vídeo abaixo e logo depois alguns detalhes por escrito!

– É uma sapatilha única do mercado nacional, que se destaca pelo seu material, conforto e design inovador.

  • Material do box: polieturano – o mesmo usado nas sapatilhas de ponta da Gaynor.
  • Cetim: 77% poliéster e 23% algodão
  • Durabilidade: de 3 a 6 vezes mais do que as tradicionais.
  • Conforto extra com palmilha encapada e almofadada.
  • Box em 90 graus, permitindo entrar no eixo com facilidade
  • Sola 3/4, valorizando o arco do pé (a sola não vai até o final do calcanhar).
  • A sola já tem uma curvatura natural (o que faz lembrar a Gaynor também), facilitando o trabalho de subir na ponta.
  • Acompanha biqueiras de couro e um kit com elástico e fitas (que também são elásticas)
  • Acompanha saquinho em mochilinha da cor do cetim escolhido

– A Evidence disponibiliza um vídeo no Youtube ensinando a costurar as sapatilhas de uma forma diferente.

– Numeração:

  • normalmente ela será aproximadamente um número acima da sua meia ponta. (exemplo: Eu calço 33/34. Minha sapatilha de meia ponta é 34. A minha Pirouette é 35). Mas isso pode variar dependendo da ponteira que você usa. Eu uso aquela de silicone fininha da Capezio. Se a sua for uma grossa, você provavelmente precisará usar uma sapatilha maior.
  • Vai de 34 a 42, variando de meio em meio número

– Outra variação dessa sapatilha é a dureza, que existem 4 tipos:

  • 2mm – a mais fraca, mas mesmo assim bastante resistente.
  • 3mm – intermediária, sendo essa resistência já é associada ao saco verde (mais dura) da Gaynor
  • 4mm – forte
  • 5mm – é a super-reforçada

– Outra variedade que você também poderá escolher é a cor do cetim, que poderá ser:

  • Rosa – a do vídeo acima
  • Salmão
  • Fosca – sem brilho

– Há ainda a possibilidade de escolha de 2 larguras de Box:

  • Normal – para pés não muito finos a médios (para pés muito finos pode ser que a sapatilha fique um pouquinho larga)
  • Largo – para pés mais largos

– Cuidados aconselhados com a sua sapatilha:

  • Não guardar suada ou molhada, após o uso deixe-as secando em um local arejado e fresco.
  • Para limpar o cetim, usar pano com tira manchas e passar sobre a sujeira.
  • Para limpar as fitas, lavar somente com sabão neutro, mas cuidado para não molhar a ponta.

 

E esses eram os detalhes da sapatilha! Até o próximo post!